s

VIDA DE ARTISTA

Nascida em 1966, na pacata Pará de Minas (MG), desde pequena Cida Mendes dava sinais de seu talento artístico e de sua veia cômica, com tiradas pitorescas sobre o mundo dos adultos. Na adolescência, improvisava e provocava risadas com a leitura que  fazia do jeito de ser das pessoas.

Mas a vocação só foi levada a sério um pouco mais tarde, quando ela abandonou dois anos de estudos na faculdade de Educação Física  e mais três anos no Conservatório de Música da UFMG  para se dedicar ao teatro.

Foi em 1993, quando fazia participações em pequenas peças, que ela teve a idéia que lhe rendeu o primeiro sucesso da carreira: montou um pequeno restaurante-teatro onde apresentava esquetes cômicos de sua autoria.

Embora a comida não fosse lá essas coisas - fato reconhecido por ela - o público lotava a casa, aplaudia e pedia bis. Não tinha espaço para todo mundo. Era a Cantina Real, em Pará de Minas, que funcionou três anos servindo mais ao espírito do que ao corpo.

Foi nessa época que ela, a diretora Iolene de Stéfano e a produtora Consuelo Ulhoa iniciaram a parceria bem sucedida que dura até hoje e montaram o Grupo Tripetrepe.

A personagem Concessa surgiu nessa ocaisão  e foi dando vida a ela que Cida Mendes carimbou o passaporte para o teatro profissional ao conquistar o primeiro lugar no Prêmio Nacional Multishow de Humor, em 1997, disputando com 186 atores.

Desde então, Cida Mendes interpretou o monólogo Concessa Tecendo Prosa mais de 1.500 vezes em todo o País  (dados de 2008), consagrando-se como um sucesso permanente de público e de crítica.

Cinco anos depois, montou Adelaide Pinta e Borda - considerado o melhor espetáculo de 2002 em Minas Gerais - e novamente o sucesso aconteceu.

Em 2005,  nova peça com a personagem Concessa, intitulada Pendura e Cai, veio somar-se  ao repertório da atriz, movimentando ainda mais a sua premiada pauta de apresentações. Outro sucesso!

Cida também teve atuação destacada na Turma do Didi, na TV Globo, Escolinha do Barulho, na TV Record, Boa Noite Brasil, na TV Bandeirantes, Programa Feminina, na TV Alterosa/SBT e nos filmes A Enxada, de Iberê Cavalcanti,  O Tronco, de João Batista de Andrade e Uma Vida Em Segredo, de Suzane Amaral.

Após alguns anos residindo em Goiânia e em São Paulo, Cida Mendes fixou residência em Belo Horizonte. 

Veja também: Minicurrículo de Cida Mendes

^^ TOPO

 

       

  

Entrevista ao jornal 

O Tempo,  

de B. Horizonte 

 

 

Veja a
entrevista!     

Entrevista ao 

site Confraria 

da Cultura  

       

Home  |  Cida  Fotos  |  Produção  |  Adelaide  |  Concessa  Pendura


 << voltar